Causas e consequências da Hipertensão Arterial

A Importância do Check-up Cardiológico
A Importância do Check-up Cardiológico
24 de janeiro de 2017
Conheça as diferenças entre o Colesterol Bom e Ruim
Conheça as diferenças entre o Colesterol Bom e Ruim
29 de março de 2017
Causas e consequências da Hipertensão Arterial

O que causa a hipertensão arterial?

A pressão arterial é a medida da força do sangue empurrado contra as paredes dos vasos sanguíneos. O coração bombeia o sangue para as artérias (vasos sanguíneos), que transportam o sangue por todo o corpo. A pressão arterial alta, também chamada de hipertensão arterial, é perigosa porque faz com que o coração trabalhe mais para bombear o sangue e provoca o endurecimento das artérias, contribuindo para o desenvolvimento de diversas doenças como aterosclerose, acidente vascular cerebral (derrame), infarto agudo do miocárdio (ataque cardíaco), arritmias, insuficiência renal, insuficiência cardíaca, retinopatia, etc.

 

Qual é a pressão arterial normal?

A leitura da pressão arterial é feita em milímetros de mercúrio (mmHg), apresentando um número superior (pressão arterial sistólica) e um inferior (pressão arterial diastólica).

As faixas são:

Normal: Menor que 120 por 80 (120/80)
Pré-hipertensão: 120-139 por 80-89
Fase 1 Pressão arterial alta: 140-159 por 90-99
Fase 2 Pressão arterial alta: 160 ou mais por 100 ou mais
A pressão arterial alta em pessoas com mais de 60 anos: 150 ou mais por 90 ou mais

As pessoas que possuem pressão arterial acima desse limite devem consultar um médico cardiologista.

 

Pressão arterial alta é sinônimo de hipertensão arterial?

A pressão arterial do ser humano pode variar durante o dia e tende a ficar mais baixa durante a noite, o chamado descenso noturno fisiológico. Alguns fatores podem alterar a pressão arterial e não significar necessariamente doença, como estresse, ansiedade, ingestão de cafeína recente, bexiga cheia, medicamentos, privação do sono, etc. O cardiologista deve sempre levar em consideração tais fatores antes de fechar o diagnóstico de hipertensão arterial.

 

O que causa hipertensão arterial?

Na maioria das vezes, o aumento da pressão arterial não tem uma causa única. Mas diversos fatores podem contribuir para isso, como:

Genética
Antecedentes familiares de hipertensão arterial
Idade avançada
Tabagismo
Etilismo
Obesidade ou sobrepeso
Sedentarismo (falta de atividade física)
Excesso de sal na alimentação
Estresse
Doença renal crônica
Doenças das glândulas supra-renais
Distúrbios da glândula tireóide
Síndrome da apnéia obstrutiva do sono

 

Hipertensão essencial

Por volta de 95% dos casos relatados de pressão arterial alta, a causa não pode ser determinada. Este tipo de pressão arterial alta é chamado de hipertensão essencial.

Embora a causa exata da hipertensão essencial não tenha sido definida, tal patologia tem sido associada a diversos fatores de risco, como histórico familiar, idade avançada, obesidade, diabetes mellitus, sedentarismo, alcoolismo e tabagismo.

Hipertensão essencial também é muito influenciada pela alimentação e estilo de vida. A ligação entre o sal e a hipertensão arterial é especialmente convincente. As pessoas que vivem nas ilhas do norte do Japão comem mais sal per capita do que qualquer outra pessoa no mundo e têm a maior incidência de hipertensão essencial. Em contraste, as pessoas que não abusam do sal, têm menor tendência à hipertensão essencial. A ingestão insuficiente de nutrientes como potássio, cálcio e magnésio podem contribuir também para elevar os níveis da pressão arterial.

 

Hipertensão secundária

Quando uma causa direta para a hipertensão arterial pode ser identificada, a condição é descrita como hipertensão secundária. Entre as causas conhecidas de hipertensão arterial secundária, a doença renal está em primeiro lugar. A hipertensão secundária também pode ser desencadeada por tumores ou anormalidades de glândulas, como doenças da tireóide e das supra-renais (pequenas glândulas sobre os rins). Doenças dessas glândulas podem levar a uma produção excessiva de hormônios sanguíneos, contribuindo para alterações no metabolismo corporal e conseqüentemente aumento da pressão arterial. As pílulas anticoncepcionais, especificamente as que contêm estrogênio, também podem contribuir para aumento da pressão arterial.

 

Como posso prevenir a hipertensão arterial?

A hipertensão arterial é uma doença muito perigosa porque na maioria das vezes não dá sinais ou sintomas de alerta. Felizmente, você pode descobrir se tem pressão arterial alta fazendo um check-up cardiológico regularmente. O check-up é indicado para todos os adultos e deve ser realizado anualmente com um cardiologista de confiança.

Manter um peso saudável: o excesso de peso pode torná-lo de duas a seis vezes mais propenso a desenvolver hipertensão arterial. Mesmo pequenas quantidades de perda de peso podem fazer uma grande diferença para ajudar a prevenir ou a tratar a hipertensão arterial.

Praticar regularmente exercícios físicos: pessoas que são fisicamente ativas têm menor risco de desenvolver hipertensão arterial. Em comparação com pessoas sedentárias, as pessoas que praticam exercícios têm um risco 20% a 50% menor de desenvolver hipertensão arterial. Mesmo atividades leves, se realizadas de maneira regular, podem ajudar a reduzir o risco.

Reduzir a ingestão de sal: o sal é um dos grandes vilões do controle da hipertensão arterial. O paciente hipertenso deve ingerir no máximo 6 gramas de sal em 24 horas, dando preferência para outros temperos.

Beber álcool com moderação: beber muito álcool pode aumentar a pressão arterial. Para ajudar a prevenir a pressão arterial alta, limite a quantidade de álcool ingerida a por dia. Mulheres são ainda mais sensíveis ao álcool.

Reduzir o estresse: o estresse pode fazer a pressão arterial subir, e ao longo do tempo, pode contribuir para o desenvolvimento de hipertensão arterial. Existem muitas medidas que você pode tomar para reduzir o estresse, como diminuir a carga de trabalho e aumentar o tempo com atividades prazerosas.

Alguns nutrientes também podem ajudar a prevenir a hipertensão arterial como: potássio, cálcio, magnésio, óleos de peixe, etc.

Conte sempre com o Dr. Arthur Rocha para te ajudar a prevenir ou tratar a hipertensão arterial!

Causas e consequências da Hipertensão Arterial
5 (100%) 13 votes